Abre o primeiro centro de fitness cannábico na Califórnia | Fitness

Os utentes deste spa em San Francisco, são colocados em forma, uma vez que se colocam com maconha

Já anunciamos, de antemão, que esta notícia vai gerar bastante alvoroço na comunidade fit, mas não surpreendente deixa de ser verdade. Jim McAlpine, um empresário de São Francisco, abrirá no próximo mês de maio, o primeiro centro de fitness cannábico nos Estados Unidos, e diríamos que, no mundo, que será chamado Power Plant Fitness. De fato, a Califórnia é um dos primeiros estados em que já é legal, o consumo de maconha com fins medicinais como recreativos.

Em uma entrevista concedida para a revista Outside, McAlpine, explica que a sua intenção é mudar o estereótipo de que os consumidores de maconha são sempre tipos sedentários ancorados no sofá, e que, na realidade, a maconha pode levar o treinamento a outros níveis. McAlpine, que já é conhecido nos estados UNIDOS por ser um ativista em defesa do consumo de maconha, e foi o organizador de competições como os 420 Games, cerca de campeonatos esportivos para os amantes da cannabis.

Embora ainda não se conhece muito bem como vai funcionar, o proprietário já foi explicado que os treinadores e monitores deste ginásio avaliam o desempenho de cada usuário e lhes confeccionarán planos de treinamento que abrangem o consumo de maconha. Igualmente, os usuários que não gostam de fumar maconha, também podem comprar no mesmo ginásio outros produtos comestíveis baseados na planta cannabis sativa.

As pesquisas neste campo são confusas, mas sim, há estudos recentes que demonstram que o consumo de maconha aumenta o limiar de dor, reduz a inflamação e os níveis de ansiedade. McAlpine, também explica que a sua experiência lhe permite assegurar que o consumo de maconha pode ajudar a trabalhar a 100% e a dar tudo durante o treino.

McAlpine foi associado com o ex-jogador de futebol americano Ricky Williams, aposentado em 2004 e ficou conhecido por ter dado algum que outro positivo em um controlantidoping. De fato, Williams confessou que consumia maconha porque lhe dava melhor resultado que um medicamento antidepressivo chamado Paxil.

Em maio, abrirá o primeiro Power Plant Fitness em San Francisco, mas já está previsto abrir mais centros em San José, Seattle, Portland, Los Angeles e Denver.

Em sua página web adicionou este vídeo relacionando fitness e maconha.

De certeza que dará muito o que falar, porque se misturam dois conceitos teoricamente antagônicos, como o estar em forma e o consumo de drogas. De momento, aqui explicamos como o consumo de maconha afeta o seu organismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *